É domingo e depois de 3 semanas restritamente dentro de casa, em plena quarentena, chega o momento de pegar o carro e voltar ao interior de Minas Gerais.

Destravo o carro, guardo tudo no porta-malas, sento na posição de motorista, passo o cinto, levo a chave à ingnição, giro e… acontece o que temia.

Sim, 3 semanas sem ligar o carro e a bateria simplesmente não é capaz de dar partida!

Paro, me martirizo por não ter ligado o carro nos últimos dias mas logo penso: hora de acionar o seguro! Sem mesmo saber ou acreditar numa fácil solução.

Pelo celular, procuro no Google o número da Central de Serviços da Porto Seguro Auto, o que logo encontro. Ao ligar, a atendente virtual sugere utilizar o WhatsApp pela praticidade.

Prevendo a dor de cabeça que teria naquele domingo, com tudo pronto para viajar mas com um carro que não liga, prefiro me manter na chamada e ouvir as demais opções.

Digito meu CPF, me aventuro em alguns números pela URA (atendente eletrônica) até que sou redirecionado a uma atendente real.

  • (Atendente) Boa tarde Thiago, tudo bem? Como posso lhe ajudar?

Tento ser o máximo efetivo.

  • (Eu) Boa tarde, preciso de uma assistência pois não estou conseguindo ligar o carro. Por estar parado há semanas, acredito que a bateria esteja fraca, quase sem carga.

  • (Atendente) Pois não, me confirme a placa do veículo por favor?

Vou à frente do carro para não errar e a digo pausadamente.

  • (Atendente) Seu veículo está em sua residência neste momento?

  • (Eu) Sim!

  • (Atendente) Ok, enviando um técnico para sua residência na Rua Fernandes, número 100. Confirma? (O endereço foi alterado por privacidade.)

  • (Eu) Confirmo!

  • (Atendente) O técnico já está a caminho, com previsão de chegada máxima em 60 minutos. Você receberá um SMS (neste momento já ouço o toque do telefone indicando o recebimento) com os detalhes do atendimento e a previsão de chegada do técnico. Tenha uma boa tarde!

  • (Eu) Obrigado e boa tarde!

A ligação é encerrada em exatos 3 minutos e 52 segundos.

Figura dividida ao meio, sendo a primeira metade mostrando o SMS e a segunda uma mão segurando o celular, na página da Porto Seguro aberta para acompanhamento do serviço À esquerda o SMS recebido com o link e à direita a página qual somos direcionados.

A previsão inicial de 60 minutos, mostrada na página, logo é ajustada para 30 minutos. À partir de então, funciona similar à um cronômetro, atualizado temporariamente.

Restando cerca de 5 minutos do prazo (atualizado), recebo a chamada do porteiro informando que o técnico havia chegado.

Confirmo o nome e então Seu Medeiros aparece com duas pequenas maletas. São os kits auxiliares de partida. Faz as ligações e em menos de 5 minutos pede que eu dê a partida.

Carro ligado! Seu Medeiros aguarda um instante, confere o kit bem próximo e seus indicadores, confirmando então que a bateria já está em carregamento pelo próprio carro.

Me orienta a melhor forma de prosseguir viagem, dizendo que já posso sair mas devo aguardar uns 20 minutos para ligar o ar-condicionado. Resolvo deixar o carro como está, ligado mas parado enquanto as baterias ganham carga.

Seu Medeiros começa então a mexer em seu celular, me solicita a senha enviada, preenche algumas opções e me pergunta:

  • (Medeiros) Para finalizar a assistência pedimos uma assinatura do cliente na tela do celular, no entanto, durante a este período de pandemia e quarentena, você pode dispensar a assinatura por medida de segurança. Como prefere?

  • (Eu) Pode dispensar, mais fácil e seguro para nós.

Medeiros então finaliza o procedimento e logo recebo um novo SMS. Dessa vez, o link para visualizar o laudo.

Figura dividida ao meio, sendo a primeira metade mostrando o SMS e a segunda uma mão segurando o celular com o laudo da assistência aberta

Agradeço-o a presteza e atenção enquanto parte para continuar sua rotina de atendimento.

E eu, feliz da vida, volto ao carro e pego a estrada sem mais problemas.

Da ligação ao laudo, exatos 44 minutos. Bem mais rápido que a escrita deste post.

Para quem pensou que não conseguiria viajar e ainda perderia o domingo procurando um mecânico, o mínimo que pude foi me comprometer a relatar esta confortável experiência do cliente.