O processo de levantamento de requisitos geralmente envolve pessoas (requisitantes) que tiveram poucas ou nenhuma experiência na atividade, é natural que não saibam por onde começar.

Relaxe, isto é absolutamente normal e facilmente solucionável.

Tenha claro em mente: o requisitante 'inicialmente' não precisa entender o processo, pelo contrário, ele precisa é ter a clara visão de suas necessidades e os resultados que espera do sistema. O analista de requisitos por sua vez, não precisa 'inicialmente' entender as necessidades do requisitante, mas sim dominar técnicas de como transformar essas necessidades e anseios em uma solução viável de sistema.

Essa 'filosofia' deve ser compartilhada a todos os envolvidos nas reuniões iniciais, deixando claro os papéis e responsabilidades de cada um.

Este alinhamento com o requisitante na etapa inicial do levantamento de requisitos, em geral, deixa-o mais confortável para expor suas necessidades e mais confiante no processo, uma vez que o analista demonstra domínio da atividade e toma para si a responsabilidade da execução.

Pessoas reunidas para levantamento de requisitos em volta de uma mesa

É fundamental nesta fase inicial do levantamento de requisitos que o analista conheça a maturidade do requisitante quanto a suas necessidades e anseios. Na maioria das vezes, para não dizer sempre, o requisitante ainda não sabe de fato o que realmente precisa, é neste momento que as habilidades de um bom analista se faz fundamental para o alcance do objetivo inicial: maturar as necessidades.

Realize sessões de brainstorm, ouça-o atentamente e colha informações importantes que lhe servirão de subsídio para a evolução do processo.

"As pessoas não sabem o que querem até mostrarmos a elas." (Steve Jobs)

Uma das características mais admiráveis de um bom analista de requisitos é perceber em meio as entrelinhas, importantes funcionalidades e soluções que o requisitante não tornou explícito, ou muitas vezes, nem imaginava que seria interessante ou necessário.

"Se eu tivesse perguntado às pessoas o que elas queriam, elas teriam dito: cavalos mais velozes." (Henry Ford)

Concluindo portanto:

  • ouça atentamente;
  • entenda as necessidades;
  • colha detalhes implícitos;
  • compartilhe sentimentos;
  • documente definições;
  • forneça alternativas;
  • traga o inesperado;
  • proponha boas soluções.

Exerça sua responsabilidade com maestria!