O título (Trabalhe 4 horas por semana) até me chamou a atenção, muito diferente do subtítulo (Fuja da rotina, viva onde quiser e fique rico) que soou definitivamente muito clichê.

Mas como grande interessado em perspectivas e pensamentos sobre produtividade, preferi não desconsiderar uma obra com mais de 1,5 milhão de exemplares vendidos em todo o mundo, listado como best-seller durante anos em importantes publicações como New York Times e Wall Street Journal.

Como disse Napoleon Hill: “O caminho do sucesso é a busca contínua pelo conhecimento”.

O Livro

Livro Trabalhe 4 Horas por semana erguido por uma mão

Extenso com 411 páginas mas recheado de exemplos e detalhes, o livro traz perspectivas de como ser bem sucedido sem se matar de trabalhar.

Um milhão de dólares no banco não é a fantasia. A fantasia é a vida de liberdade total que ele supostamente garante. A questão então é como alguém pode viver como um milionário, com liberdade total, sem primeiro ter um milhão de dólares.

São princípios e insights interessantes sobre como trabalhar menos e produzir mais. Em outras palavras, como trabalhar de forma mais inteligente e junto à isso ter a liberdade para desfrutar o recurso mais precioso da vida: nosso tempo.

Seleção de 10 trechos

  1. As pessoas não querem ser milionárias, elas querem usufruir do que acreditam que apenas milionários podem comprar.
  2. Nossa cultura tende a recompensar o sacrifício pessoal em vez da produtividade pessoal. Menos trabalho não significa preguiça.
  3. Estar ocupado não é sinônimo de ser produtivo. Foque-se em ser produtivo ao invés de estar ocupado.
  4. “Algum dia” é uma doença que levará seus sonhos para o túmulo junto com você. Se quer realmente e é importante para você, vá e faça! Depois corrija os rumos ao longo do caminho.
  5. Simplicidade exige impiedade.
  6. Elevar os resultados exige reduzir os esforços.
  7. Não trabalhe mais quando a solução é trabalhar melhor.
  8. Nunca automatize nada que possa ser eliminado e nunca delegue algo que possa ser automatizado.
  9. O princípio número um é refinar as regras e processos antes de acrescentar pessoas ao sistema. Usar pessoas para alavancar um processo refinado multiplica a produção; usar pessoas como uma solução para um processo pobre multiplica os problemas.
  10. Não pergunte se comprariam, peça que comprem.

Aprendizados na prática (e em prática)

Certa vez li e carrego comigo que não importa o quanto você lê ou estuda, o que realmente importa é o quanto você coloca em prática (evite a obesidade mental).

“Um grama de ação vale mais que uma tonelada de teorias.” (Friederich Engeles)

Com isso, me exercito em conhecer e entender diferentes pontos de vista para então aplicar aquilo que realmente faça sentido ao meu momento.

Neste aspecto, o livro me trouxe perspectivas interessantes e até marcantes. Como exemplo: Tim Ferris contrata um profissional para gerir sua caixa de entrada de e-mails, respondendo, arquivando ou excluindo os triviais, chegando à ele somente o necessário. Evidentemente há uma lógica envolvida, o profissional é devidamente escolhido e treinado; tornando seu custo um ótimo investimento perante o tempo economizado, nosso bem mais valioso. (O “miserávi” é um gênio!)

Considero que hoje não seria vantajoso contratar um profissional para filtrar meus e-mail’s, mas a lógica em si, me fez repensar em como o uso, reduzindo ao máximo meu tempo diante da ferramenta.

De forma resumida, desativei em todas as redes sociais e sistemas o envio automático de e-mails, me descadastrei de newsletters que não leio e defino diretamente como Spam aqueles e-mails que nunca solicitei.

Principalmente no trabalho, o que é urgente, peço que me liguem ao invés de enviar um e-mail. Como em outros aspectos da vida, torna-se hábito filtrar as entradas.

Há diversas outras perspectivas, assunto suficiente para diversas publicações, mas para deixar registrado, ainda que de maneira simplista:

  • Foque nas atividades mais importantes e resultados ao invés de ocupar suas 8 horas diárias de trabalho.
  • Várias reuniões podem ser resolvidas com uma simples conversa ou mensagem.
  • Reuniões só devem ser marcadas para tomar decisões sobre uma situação pré-definida, não para definir o problema.
  • Se não é fatal, não peça licença, faça!
  • Elimine antes de delegar.
  • Elimine o gargalo de decisões para todas as coisas que não são fatais se houver um erro.
  • O grande desafio é construir um sistema que consiga substituir você.

Conclusão

O principal objetivo que Tim Ferris traz em seu livro Trabalhe 4 horas por semana é fazer com que você otimize e terceirize o máximo de serviço possível, tendo assim tempo para fazer o que realmente deseja, não precisando esperar sua aposentadoria para isso.

Algumas técnicas abordadas chegam a ser questionáveis e nem tudo é aplicável a todos, claro. No entanto, nos traz perspectivas para enxergar diferente diversos aspectos da vida. Talvez por isso o fato curioso do livro receber notas tão altas em todas as plataformas ainda que os avaliadores dividam tanto suas opiniões.

Não recomendo o livro a todos ainda que tenha sido de extrema valia a mim. Diria que recomendo à aqueles em especial que procuram formas de simplificar sua vida e automatizar seu trabalho a fim de aproveitar melhor seu tempo.


Trabalhe 4 horas por semana.
Fuja da rotina, viva onde quiser e fique rico.
Por: Timothy Ferriss
🛒 Comprar na Amazon

» Ver todos os livros e resenhas